Diva do Dia: Rita Lee



Quem é ela?

  • Dos recordistas de vendas discos no Brasil, ela está atrás apenas de Tonico e Tinoco, Roberto Carlos e Nelson Gonçalves. Ela já vendeu mais de 55 milhões de discos;
  • A fã número 1 de James Dean, de Carmem Miranda e Elvis Presley;

    Revista Rolling Stones

  • Uma das mulheres mais influentes do Brasil;
  • A mulher de Roberto de Carvalho;
  • A grande paixão de Tim Maia;
  • A Doce Pimenta de Elis Regina;
  • Ela fala além do português, inglês, francês, espanhol e italiano;
  • A mais completa tradução de Caetano Veloso;
  • A Inspiração da Mel Lisboa;
  • Vegetariana e Defensora dos Animais;
  • Ela foi presa grávida;
  • 3 filhos e 1 neta;
  • Perseguida pelos caretas da censura,
  • Tomou “todas as coisas imagináveis”;
  • Ela é a Ovelha Negra da família. Quem é ela?

Ela é Rita Lee Jones Carvalho, ou simplesmente Rita Lee.

Fotos: Arquivo Pessoal da Cantora Reprodução: QUEM

Entre a música e as drogas, e idas e vindas a hospícios, entre a euforia e a depressão, entre perdas e ganhos com 54 anos de carreira, e de 69 de idade, ela simplesmente já fez de tudo: Já apresentou programas de TV e rádio, já fez filmes e participou de novelas, além disso ela também já escreveu 6 livros. O último dele inclusive – Rita Lee, uma autobiografia, que com menos de um mês nas livrarias está entre as mais vendidas de 2016, sendo considerada uma das melhores e que já ganhou 2 prêmios APCA – Associação Paulista de Críticos de Arte.

Sempre clássica e irreverente ela cantou o futuro (3001, Alô, alô Marciano), o amor e o sexo (Mutante, Mania de Você, Lança Perfume, Banho de Espuma, Chega Mais, Amor e Sexo, Bwana), a menstruação (Cor de Rosa Choque), a menopausa (MenoPower), o cotidiano (Agora só falta Você, Coisas da Vida, Ando Meio Desligado, Minha Vida), as drogas (On The Rock, Obrigado, Não), a Dança (Dançar pra não Dançar, Baila Comigo, Caso Sério), a família (Ovelha Negra), e a autenticidade e feminilidade de toda mulher (Todas as Mulheres do Mundo, Pagu, Miss Brasil 2000, Erva Venenosa, Lady Babel, Elvira Pagã).

 

Meus CDs preferidos: A Marca da Zorra – Ao Vivo e 3001.

Sozinha ou em grupo, Rita Lee compôs, tocou e lançou mais de 400 músicas em 35 discos e DVDs. Músicas que nas quais embalam trilhas de novelas e influenciam pessoas de todas gerações. De tantas suas preferidas, são: Mania de Você’, ‘Orra Meu’, ‘Lança Perfume’, ‘Doce Vampiro’, ‘Caso Sério’, ‘Coisas da Vida’, ‘Obrigado Não’, ‘Flagra’.

 

Rita e Roberto atualmente, 2016. Foto: Reprodução.

Pensando em tantos sucessos, fiz essa homenagem para nossa diva, mencionando muitas músicas que ela gravou (identificadas por “aspas”). Se um dia chegar até ela, espero que goste:

Para Rita, – “A Fulana”, “A Minha Menina”, a “Dona Doida”.

Sei que “Anda meio Desligada”, afinal faz são 54 anos de sucesso, e sei que faz parte, afinal são “Coisas das Vida”. Sei também que as vezes você até fala de um “Tal de Roque Enrow” e pede um “Beijo Exagerado”, para um “Doce Vampiro”. Mas ama mesmo é o Roberto.

“Desculpe o Auê”, eu sei que “Hoje É o Primeiro Dia do Resto da Sua Vida”, até porque você com “Lança Perfume” se tornou a “Ovelha Negra” da família. Na verdade não importa se você está na Avenida “Atlântida, ou se está “Aqui, ali em qualquer Lugar”, por que não “Chega mais” para tomar um “Banho de Espuma” ou apenas um “Banho de Lua” e nos contar um “Caso Sério”?

“Bem Vinda”! Não sei se soube mas em “2001”, alguém “Arrombou a Festa” da “Miss Brasil 2000”, que tinha a maior “Gororoba” com “Feijões” e onde “Todas as Mulheres do Mundo” estavam presentes, inclusive a “Pagu”, a “Elvira Pagã, “Luz del Fuego”, e a “Chiquita Bacana”. 

A “Marca da Zorra”, vai ser no “Domingo no Parque”, bem no centro do “Jardins da Babilônia”. Fala pra Roberto “Deixar de Bobagem”, e vir junto e veja se o “Papai não te empresta o carro”, se não, se prepare e venha de “Loco-Motivas”, e não esqueça de conferir a sua poltrona para não ter aquele “Troca-Troca”, e ninguém dar uma de “Vítima”. Sente-se, fique à vontade, que a “Modinha” agora não é ser “Nem Luxo, nem Lixo, é ser “O que você quer”. Pois sabemos que “Dias melhores virão”.

“Uma Loucura” sim, mas “Calma” aí, que vai ter “On The Rocks, é claro. “Orra Meu”! E prepare para tirar os sapatos, pois “Agora só falta você, para “Bailar Comigo”, nem que seja pra “Dançar pra não Dançar”. E se aalguém chegar vai ser o maior “Flagra”!

Adeus, Maria Fulô!

De seu “Baby”, de seu “Bandido Corazon”.

by

Thiago Perné Santos – Blog dos Pernés

02/01/2017

_______________________________________________________

 

Também no Blog: Musical – Rita Lee mora ao Lado

Artigos, Colunas e Reportagens Interessantes:


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *