Férias 2016: O maior cajueiro do mundo 6



Desde criança eu amo caju.

Sempre amei esse fruto delicioso e nutritivo. E só tenho boas lembranças dos tempos que subia nos pés de caju nas proximidades de onde ainda moro, para comer.

Estou de férias neste mês (Maio/2016) e escolhi o Nordeste como destino.

E de tantas opções de passeios que já fiz e que ainda vou fazer, visitei o maior pé de caju ou cajueiro do mundo, que também é conhecido como cajueiro de Pirangi.

Trata-se de uma árvore gigante localizada na praia de Pirangi do Norte no município de Parnamirim, a doze quilômetros ao sul de Natal, no Rio Grande do Norte. Detalhe: Ela também é a maior árvore frutífera do mundo.

Como me hospedei na casa de um amigo em Parnamirim, fiquei bem próximo e não pensei duas vezes em visitar este. Foi só pegar a Van número seis (R$ 3,30), com destino a Pirangi, e pedir para descer em frente o cajueiro. Vamos conhecê-lo?

IMG_1782

Boas Vindas, logo na entrada!

IMG_1785

IMG_1790

A origem do maior cajueiro. Sim, tudo começa daqui.

IMG_1797

IMG_1819

IMG_1807

IMG_1787

Tem até Wi-fi!

E tem o Mirante, para ver tudo de cima, olha que máximo:

IMG_1849

IMG_1825
IMG_1826

IMG_1842IMG_1829Gente, fiquei apaixonado por esse passeio, gostei muito mesmo!
E sabe mais o que achei? O Cajueiro é lindo e realmente o tamanho é fascinante.

E vejam como que legal o cuidado que a Prefeitura tem com este patrimônio brasileiro:

IMG_1815

Segurança, nota 10!

IMG_1800

Os galhos são tratados com carinho, pela equipe.

IMG_1862

Veja a sinalização dos banheiros:

IMG_1860

E no final ainda tem um suco de caju grátis! Delicia!

Os funcionários dão um atendimento impecável, pois são super atenciosos. Nota 10.

Gente, fiquei apaixonado por esse passeio, gostei muito mesmo!

E sabe mais o que achei? O Cajueiro é lindo e realmente o tamanho é fascinante. É claro, que super vale a pena a visita!



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

6 pensamentos em “Férias 2016: O maior cajueiro do mundo