Guia 2017 – Caldas Novas e Rio Quente/GO



Embora o próprio nome já seja convidativo, hoje vou “convence-los em se programarem para vir até aqui.  Sim, #GoiáséMais e hoje vamos conhecer um dos destinos turísticos mais badalados do estado: Caldas Novas e Rio Quente.

Por que ir:

Além de se esbaldar nas águas quentes, é bom saber que opções é o que não faltam, e que:

  • Estará conhecendo a maior estância hidrotermal do mundo, com temperaturas variando entre 30 e 57 graus, graças à proximidade do curso dos lençóis freáticos com as camadas internas da terra, que aquece e pressuriza a água;
  • Relaxar numa “banheira de hidromassagem” ao ar livre com propriedades terapêuticas e medicinais é difícil de dispensar;
  • Pode aproveitar as delicias da culinária goiana. Para recarregar as energias, entre um passeio e outro pode incluir no cardápio o peixe na telha, o arroz com pequi e guariroba (gueroba) ou as famosas pamonhas;
  • Não faltam atividades recreativas e muita aventura e diversão dia e noite;
  • Inúmeros clubes, hotéis, resorts e casas de veraneio com piscinas e atividades que cabem em todo orçamento;
  • Poderá comprovar a exuberância da natureza do cerrado goiano.

Quem pode ir:

Está liberado para pessoas de todas as idades e classes sociais. Desde casais, famílias com filhos pequenos, jovens, e grupos da melhor idade. Além de amantes de esportes radicais e da natureza.

A única regra é gostar de água, pois são aproximadamente 6.228.000 litros por hora, ou quase 150 milhões de litros de água quente por dia.

Quando ir:

Caldas Novas e Rio Quente podem ser visitados o ano todo. Todavia, há de se observar que:

  • Em feriados e nas férias de janeiro e julho a procura é muito grande, e que existem dois grandes eventos: O “Caldas Fest Folia” – que acontece em abril; e o “Caldas Country”, em novembro. – Reserve com antecedência sua hospedagem.
  • No verão (de novembro a março) é bastante chuvoso. E segundo a meteorologia, janeiro é um dos meses do ano que mais chove no sul de Goiás.

Como chegar:

Avião: A Gol tem a opção de duas vezes por semana de São Paulo (Congonhas) para Caldas Novas. Os dias de operação são 5ª e domingo. Na 5ª o vôo parte de Congonhas às 9h28, chega em Caldas Novas às 10h50, decola de volta às 12h e chega em São Paulo às 13h17. No domingo, a saída de Congonhas é às 9h20, chegando em Caldas Novas às 10h40, partindo de volta às 11h10 e chegando em São Paulo às 12h30.

Ônibus: Saindo de Goiânia para Caldas Novas a viação Paraúna diariamente tem horários com parada  (06:00 – 08:30 – 12:00 – 14:00 – 15:00 – 16:30 – 18:00 – 20:00 hs)  e diretos (08:00 e 14:00) com valores entre R$ 45 e R$ 60.

 Onde ficar:

Depende do que você quer. Já que Caldas Novas é uma cidade, e Rio Quente é outra, e a distância entre elas, é de 30 km.

Fique em Caldas novas, se você pretende sair à noite e apenas passar o dia no Hot Park que fica na cidade de Rio Quente. As opções para a noite vão de balada, galerias, feirinhas e lojas de artesanato e muita opção de comida para todos os gostos.

Fique no complexo Rio Quente se você quer bater ponto no Hot Park e no Parque das Fontes e deixar Caldas Novas em segundo plano.

Independente da escolha, praticamente quase todos grandes hotéis têm piscinas de águas quentes. E muitos destes incluem na diária o acesso a algum parque aquático externo ao hotel.

Em relação a hotéis, em Caldas, os mais requintados e caros, são os hotéis do grupo Privé (Privé, Boulevard, Riviera Park), mas dão direito a freqüentar o Club Privé e os parques aquáticos Water Park e Clube Náutico. Os hotéis do grupo DiRoma (Thermas DiRoma, Império Romano, DiRoma Resort, DiRoma Exclusive) dão direito a freqüentar o Acqua Park. Hospedando-se em hotéis como o Blue Point Hotsprings, Golden Dolphin, Golden Dolphin Express, Ecologic Ville, Best Western Le Jardin, e/ ou várias outras opções mais baratas como hostels ou pousadas, você poderá aproveitar, as piscinas (quando houver) mas precisará pagar para ir aos parques aquáticos maiores.

Os hotéis do complexo Rio Quente Resorts dão acesso liberado tanto ao Hot Park quanto ao Parque das Fontes, onde estão as piscinas de águas termais históricas da região, revestidas de pedras. Dentro do complexo estão o sofisticado Cristal Resort, o confortável Hotel Turismo e o carismático Hotel Pousada.

Vizinho ao complexo há uma segunda opção polo de hotéis, no bairro Esplanada. Lá, há restaurantes, lojinhas e ônibus frequentes para a área central do Rio Quente Resorts.

Hospedando-se nos outros hotéis e flats da área, como o Águas da Serra, o Veredas do Rio Quente, o Serra Park ou o DiRoma Rio Quente, você aproveitará as piscinas do hotel mas precisará comprar ingresso para ir ao Hot Park (se quiser também curtir o Parque das Fontes, terá que comprar um Resort Pass, que dá direito também a almoço ou jantar).

Falando em Hot Park, num post futuro falaremos dele. Aguardem!

Leia também:

Aqueles dias em Salto de Corumbá/ Go

Destinos divertidos para suas Férias em família!

Edição: Blog dos Perné’s.

Fonte: Buenas Dicas – Caldas Novas ou Rio QuenteFérias Brasil – Dicas para CaldasViagem UOL – Caldas NovasBoa Viagem – Planejamento em Caldas.

 


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *