Entrevista Inédita: Julyana Mendes — A mãe de Sete. 3



A matemática faz parte das nossas vidas. E gostando ou não os números. E juntamente com eles vem as contas de somar, multiplicar, subtrair e dividir. Quase ninguém é fã, é verdade, mas hoje vamos falar de uma soma e números bem legais, pois é de uma família muito especial.

Um dos números, é o 40. Que é a idade da super mamãe Julyana. Ela já está mais que acostumada com números, e nem estamos falando de contas e despesas!

21 é a idade do Pedrão seu primogênito, fruto do seu primeiro casamento.

img_1680

É, aí vai mais um número: 3 casamentos.

No segundo, vieram o Luís Felipe e depois o João Eduardo hoje com 13 e 10 anos. Depois foi o “Hoje é dia de Maria, com 3 lindas Marias: Maria Carolina, Maria Eduarda e a Maria Fernanda, que chegaram todas de uma só vez, gestação trigemelar. E mais um número na vida dessa família: 7 anos cada uma.

Dai veio o terceiro casamento com o Kleber, e acrescentou mais uma Maria, dessa vez a Maria Beatriz, com quase 1 aninho.

img_1681

À espera de Bia!

Na matemática, 3+4 é 7. E ele vem depois do 6 e antes do 8.

No Futebol, 7 é o número da camisa que os craques Zagalo, Robinho, Hulk, Lucas e Bebeto em pelo menos uma vez na história do futebol brasileiro.

Na música, a cantora Rita Lee já fez as contas: 7 dias da semana, 7 notas musicais, 7 anjos, 7 sombras, 7 pecados capitais… 7 e 7 são 14, com mais 7, 21.

img_1696

Pra não esquecermos de ninguém. E não esqueçam os números!

7 está presente nas nossas vidas e é o número perfeito da mamãe Julyana. E hoje ela conta para o bloguinho a incrível rotina de ter 7 filhos.

Profissão: ser mãe? Será que existe o que “nasci para isso”? Já se imaginou ser mulher sem filhos?

Minha profissão hoje é essa. Mais que isso: uma missão que eu nunca planejei. Mas aconteceu.
Sonhei ser executiva, viajar, e ser influente. Sonhei ser meu pai. Hoje sou minha mãe. Eram duas referências para mim e nunca imaginei seguir a segunda. Mas foi uma escolha que hoje tenho certeza, acertada. Até porque é mais completa, já que inclui nisso ser palestrante e compartilhar minha experiência com outras mães.

img_1683

1, 2, 3, 6, 7 – Qual a maior dificuldade em ter 7 filhos? Já chegou a desesperar com tipo: “Aí meu Deus, não estou dando conta”?

São duas as maiores dificuldades: a financeira, óbvio. Que é tudo muito planejado, apertado e escolhido. E a de atender a demanda de 7 pessoas diferentes e que te exigem o tempo todo. Trabalho impossível e que hoje sei ser desnecessário. Não precisamos atender 100% da demanda deles, nem se pudéssemos.

img_1687

Do lado financeiro, quais dicas que você dá para outras famílias grandes para não estourar o orçamento?

Quanto ao financeiro, como já mencionei, fala-se de planejamento. De cuidado com excessos. De valorizar tudo.
Presentes só em dias especiais e não são os mais caros. O casal tem que estar alinhado e conversando o tempo todo entre eles e lógico que a medida que forem crescendo as crianças tambem devem ser envolvidas.

Qual a rotina da mãe de 7 com filhos de personalidades diferentes?
Tem um que exige mais atenção, ou dá mais e menos trabalho em casa ou escola?

Planejada, já que assim fica mais fácil.
Minha rotina é organizada de acordo com as atividades deles. Assim consigo organizar a minha.

Todos exigem atenção. Um na carência, outro nos estudos, outro mais tímido. Depende  muito do dia até do turno (kkkk). Assim fico me alternando.

img_1692

Nas redes sociais, vemos a rotina de férias das crianças. Se não tem viagem, eles ficam entediados?

A não ser final do ano que viajamos juntos para um lugar que a família tem casa. Dai não pagamos hospedagem (kkkkkk). Nas outras férias a aqui em casa é em casa. E fazemos programas juntos, e por eles serem muitos caseiros, se entediam com menos facilidade.

img_1691

Os 7, se preparando pra entrar na piscina!

img_1693

Muita diversão!

img_1684

E dentro de casa!

img_1688

Hora só das meninas: Clube das Luluzinhas!

As pessoas costumam lhe criticar pela quantidade de filhos, talvez ser considerarem ser demais para uma única mãe? Qual a maior dificuldade para criar filhos responsáveis e generosos neste mundo cheio de mal exemplo?

Não recebo críticas não. Espanto, surpresa sim. Mas crítica não.
Se você está em casa, passa valores, observa o dia a dia, o mundo é real, tem exemplos ruim, mas eles irão saber lidar com isso e fazer escolhas melhores. Valores, isso é essencial!

Os meninos estão cada dia maiores, e aos poucos vão tornando “independentes”. O Pedro por exemplo, já está na faculdade e vai criando “asas”… E no futuro as meninas. Como se sente, em saber que um dia vão sair de casa e ter sua própria família?

Não penso muito sobre isso. Mas a ideia é prepará-los para irem mesmo. Para viver e serem felizes. Vou sentir, óbvio, mas tem muito tempo ainda para me acostumar. Bia mesmo, só tem 1 aninho, vamos aproveitar muito.

E como é ser mãe e ainda assim ter tempo para você como mulher e esposa?

Ser mãe, é prioridade para mim, entende? Mas eu organizo a rotina para não me descuidar e mais que isso conto com ajuda, muita ajuda, de mãe, de sogra e de tia, para poder estar sempre cuidando de mim e saindo com o marido.

img_1685

Momento a 2!

Como surgiu a ideia das redes sociais, e qual foi o segredo para atrair tantos seguidores e curiosos? E o seu marido, o que ele acha da exposição da imagem de seus filhos?

As redes sociais é um projeto grande, que surgiu quase sem querer. Quando vi foi crescendo. Sou atípica e isso chama atenção, normal. A exposição não me incomoda, nem ao meu marido, pois existem limites para ela e tenho cuidado com isso.

img_1690

Família reunida!

Quando não é mãe, mulher e esposa, o que você faz?

Meu trabalho hoje é o projeto “Mãe de Sete” que hoje é mais que o Instagram. São as palestras que participo com o objetivo de ampliar informações, de compartilhar experiências e de aprender com mães de todo o país.

E voltando ao o que é ser mãe de sete…

Ser mãe é estar presente, olhar no olho. Enquanto uma criança brinca ela te olha no olho, 30 vezes no período de 1 hora. Ela quer aprovacão, que você a veja. Se nesse período, vc esta no celular por exemplo, perde muito.

img_1686

O número perfeito da Ju: 7!

E de todas as coisas que já amou, existe o amor maior de mãe para filho?

Então, amor de mãe é estar presente quando estiver. Não é o dia todo, é qualidade de tempo, não quantidade. Amor de mãe não há igual e não me vejo sem meus filhos.


 Ju, 

Que Deus abençoe bastante, para que possa continuar mostrando amor, zelo e abnegação a sua família. Que todos vocês tenham muitá saúde, e sejam muito felizes! 

Obrigado pelo tempo dispensado em responder os vários e-mails e mensagens!


Entrevista Concedida por e-mail pela mamãe Julyana em Novembro/2016 ao Blog dos Pernés. — Todas as Fotos foram autorizadas a reprodução e foram retiradas do Instagram @maedesete.



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 pensamentos em “Entrevista Inédita: Julyana Mendes — A mãe de Sete.

  • Greg Castro Deus

    Que emocionante!
    Linda história.
    Gostei tb da ludicidade com a qual criaram o texto introdutório.
    Uma delicia de ler.
    Parabéns ao blog por ressaltar essa família linda. Um verdadeiro exemplo.
    😁

  • Marcilene

    Admiro!!! Mas claro que não é esse mar de rosas…por que será que está no terceiro casamento? Uma família segmentada…com certeza os filhos sentem a separação e nada supre isso! Com certeza tem uma boa condição financeira, pois seria impossível pagar escola particular para 7 filhos apenas com planejamento! Temos que ser sinceros antes de sermos admirados…